O medo da Covid não pode ser maior que o medo de doenças graves | | PBF Gráfica e Texil

O medo da Covid não pode ser maior que o medo de doenças graves

Em tempos de COVID-19, as pessoas estão muito assustadas com a letalidade do Coronavírus e estão com receio de realizar as atividades do cotidiano, inclusive de ir ao médico, negligenciando a saúde em geral. É preciso ter cuidados redobrados para não contrair o vírus, mas em contrapartida, é recomendado não deixar as consultas de rotina e acompanhamentos médicos de lado, já que outras doenças graves precisam ser cuidadas, mesmo em período de isolamento. O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso dos tratamentos.

Desde que o coronavírus se espalhou vertiginosamente e a OMS (Organização Mundial da Saúde) decretou uma pandemia, o mundo virou um caos. A sensação de fragilidade, vulnerabilidade e impotência tomou conta das pessoas. O medo impera, mas o cuidado com a saúde não deve ficar de lado.

Alguns atendimentos foram liberados recentemente pela Anvisa, atentando a cuidados essenciais para proteção do profissional e do paciente, desde a pré-consulta. A Biossegurança é fundamental! Os consultórios estão todos equipados com os EPI´s, itens de segurança indicados, os pacientes com máscaras e profissionais adaptados à nova realidade.

A Pandemia mudou rotina de atendimentos e levou médicos a ampliarem abordagem clínica, mantendo a distância mínima e realizando a telemedicina em alguns casos. Se cuide! O importante é não descuidar da sua saúde e manter os exames atualizados.

logo_rodape

Av. Governador Nilo Coelho, s/n
Timbó, Distrito Industrial, Abreu e Lima – PE
CEP: 53.520-810 | Fone: (81) 3538.8850